UsadosBR – Classificado de Carros em todo o Brasil

5 hábitos que fazem você gastar mais com o carro

Alguns hábitos no volante podem fazer gastar mais com o carro em manutenções no futuro, e você nem sabe disso. São práticas que detonam o carro, fazem com que ele gaste mais combustível e o pior: colocam em risco a segurança do motorista e de terceiros.

Se você se identifica com as situações abaixo, é hora de rever os seus hábitos no volante! Mas, fique tranquilo pois nunca é tarde para aprender.

Veja 5 hábitos que fazem você gastar mais com o carro:

Descer na banguela

A expressão “descer na banguela” significa colocar o câmbio em neutro e deixar o carro descer sozinho. Muita gente acredita que, com isso, está economizando combustível.

Com o preço da gasolina nas alturas, é totalmente compreensível procurar maneiras de economizar, mas colocar o carro na banguela não reduz o consumo.

A maioria dos carros nas ruas hoje possui sistema de injeção eletrônica. Ou seja, o sistema continua injetando combustível mesmo com o carro desengatado.

Para economizar, quando estiver em uma descida, engate uma marcha mais alta, sem pisar no acelerador, e deixe o carro mais “solto”. Dessa forma, o sistema eletrônico vai enviar somente a quantidade de combustível necessária para o veículo continuar funcionando.

Mas, tome cuidado. Dependendo da descida, o ideal é manter marchas mais baixas mesmo. Assim, a segurança do motorista e de terceiros continua garantida.

Encontre as melhores ofertas de novos e seminovos no Usadosbr

Segurar o carro só com a embreagem

Quem nunca, em uma subida, segurou o carro apenas com a embreagem e um pouco de aceleração? Essa prática é bem difícil e nem todo mundo consegue. Mas, saiba também que é uma prática totalmente inútil e pode prejudicar o seu carro.

Quem segura o carro dessa forma usa como justificativa a facilidade para arrancar. No entanto, fazer isso pode prejudicar todo o conjunto de embreagem.

O correto é pisar no freio em uma subida. Treine a habilidade de arrancar com o carro sem precisar segurá-lo apenas com a embreagem, os componentes agradecem!

Ficar com o pé na embreagem

Descansar o pé na embreagem é uma prática muito comum, mas é errado. Você pode achar que não está exercendo nenhuma força sobre o pedal, mas está. Sem perceber, você está acabando com a vida útil da embreagem.

Além disso, a peça está correndo o risco de superaquecer o conjunto de embreagem e acabar “lixando” a peça, reduzindo a vida útil do conjunto.

Existe um espaço ao lado do pedal da embreagem para descansar o pé. Por isso, ao utilizar o pedal para trocar a marcha, descanse o pé no local apropriado.

Passar de lado na lombada

Outra situação muito comum para vários motoristas é passar o carro de lado em uma lombada (ou quebra-molas). Isso é feito com o intuito de não deixar o carro raspar.

Quando um carro passa de lado em uma lombada, o peso não é distribuído igualmente sobre a suspensão. Dessa forma, amortecedores, braços e até o monobloco serão danificados.

Então, se você vai passar por uma lombada mais alta, reduza a velocidade do carro ao máximo e passe reto, nada de passar pela diagonal, em?

Se o carro continua raspando, isso pode ser um sinal de que você está carregando mais peso do que o recomendado no manual do veículo. Tome cuidado.

Frear em cima

Esperar chegar no sinaleiro ou em um obstáculo que já está visível ou previsível pode acabar com a sua suspensão e freios.

Fazendo isso, você está exigindo demais dos discos de freio, das pastilhas e dos fluídos. Além disso, ao frear bruscamente você transfere o peso do carro para a dianteira, afetando os amortecedores e outros componentes da suspensão, por conta da carga extra.

Por isso, ao ver um obstáculo ou o sinal vermelho à frente, antecipe a frenagem. Assim, você economiza na manutenção e até mesmo no combustível.

Você que leu este artigo até aqui, não vai mais continuar com esses hábitos que fazem você gastar mais com o carro, não é? Se você sabe de algum outro que não está na lista, comenta aqui embaixo.

Gostou do nosso conteúdo? Nos acompanhe também em nossas redes sociais:

Facebook (facebook.com/usadosbr)
Instagram (instagram.com/usadosbr)
YouTube (youtube.com/usadosbr)
LinkedIn (linkedin.com/company/usadosbr)
Revista Usadosbr (blog.usadosbr.com)

Sair da versão mobile