Publicidade

Seja em uma conversa com amigos ou em uma oficina mecânica, você com certeza já ouviu a seguinte pergunta: “Fez o rodízio de pneus?”. Essa técnica não é obrigatória, mas traz inúmeras vantagens para o veículo.

O objetivo do rodízio é garantir que os pneus se desgastem de maneira mais uniforme. Em alguns casos, até o estepe participa desse procedimento.

Mas, você sabe quando o rodízio de pneus deve ser feito? Continue a leitura e saiba tudo sobre essa técnica.

As melhores ofertas de veículos novos e seminovos é no Usadosbr

O que é o rodízio de pneus?

Nada mais é do que um procedimento que troca as rodas de lugar, periodicamente.

Primeiro, é importante entender que os pneus sofrem desgastes diferentes na traseira e na dianteira. Isso se deve, principalmente, ao fato de que alguns veículos possuem tração dianteira, enquanto outros possuem tração traseira.

Os pneus que recebem a potência do motor se desgastam mais rápido. E é aí que entra o rodízio.

Qual a importância da prática?

Quando o desgaste dos pneus é grande, o carro pode sofrer com desequilíbrio e a condução, com certeza, vai ficar mais difícil.

Além disso, se o pneus se desgastar demais, será preciso fazer a troca por novos antes do prazo previsto.

Fazendo o rodízio de pneus, o desgaste acontece de maneira mais uniforme. Além disso, a condução do carro fica mais suave e estável.

Publicidade

Como fazer o rodízio de pneus

Antes de dizer como fazer o rodízio, uma dica muito importante: faça uma vistoria completa dos pneus e rodas e da suspensão, pois não adianta fazer a troca dos componentes se o carro estiver com problemas nos amortecedores, por exemplo.

Como fazer o rodízio?

Pneus convencionais

É o tipo de pneu mais comum encontrado, também chamado de simétrico bidirecional. Funciona bem em qualquer ponto do carro, podendo ser instalado na direita ou esquerda, dianteira ou traseira. Nesse caso, o rodízio para veículos com tração dianteira e traseira é o mesmo.

A troca costuma ser feita em “X”. Coloque a roda dianteira direita na traseira esquerda e a traseira direita na dianteira esquerda. Em alguns veículos, é indicado incluir também o estepe nesse procedimento.

Pneus unidirecionais

Contudo, nem todos os pneus são simétricos e podem ser instalados em qualquer lado do carro. Os unidirecionais contam com a banda de rodagem (a parte que toca o solo) projetada com um certo “desenho” que funciona bem apenas num sentido de rodagem. A montagem na posição errada prejudica a eficiência do componente, aumenta o seu desgaste e dificulta o escoamento da água.

Porém, também é possível fazer o rodízio, mas o procedimento é um pouco diferente e até mais simples. Basta passar as rodas dianteiras para a traseira e vice-versa, sempre respeitando as setas (impressas na lateral do pneu) que indicam o sentido correto de rodagem.

Pneus assimétricos

Aqui, a banda de rodagem de um pneu assimétrico possui um “desenho” especial. A parte que fica mais para dentro (virada para a carroceria do carro) é diferente da outra metade, voltada para a face da roda.

O rodízio também pode ser feito sem problemas, apenas é preciso respeitar as indicações de “exterior” e “interior” (ou “outside” e “inside”, em inglês), impressas nas laterais dos pneus.

E aí, gostou das dicas? Agora é só fazer o rodízio e economizar uma grana boa!

Gostou do nosso conteúdo? Nos acompanhe também em nossas redes sociais:Publicidade

Facebook (facebook.com/usadosbr)
Instagram (instagram.com/usadosbr)
YouTube (youtube.com/usadosbr)
LinkedIn (linkedin.com/company/usadosbr)
Revista UsadosBR (blog.usadosbr.com)

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui