Publicidade

Para economizar combustível do veículo não existe receita ou fórmula mágica. O que resulta em uma economia considerável é a combinação de três atitudes: cuidados com a manutenção, boas práticas de direção e atenção com o combustível na hora de abastecer. No entanto, uma dica muito popular entre os motoristas é “descer o carro na banguela”. Mas será que é verdade ou um mito?

Recebemos do leitor Marcos Henrique de Sousa um e-mail com a seguinte dúvida:

“Meu nome é Marcos e sou de Campo Grande (MS). (…) queria saber se andar com o carro na banguela realmente economiza combustível.”

Banguela é um termo usado para o ato de andar com o carro desengatado, sem tração, só pela ação da inércia. Esse mito surgiu porque os carros antigos eram carburados, com a peça responsável por fazer a mistura de ar e combustível que alimentava o motor.

De fato, gastavam menos quando rodavam em ponto morto. No entanto, a partir da década de 1990, os veículos passaram a contar com o sistema de injeção eletrônica, que controla automaticamente a quantidade de combustível liberada.

Isso significa que, ao contrário do que se pensa, descer na banguela não economiza combustível, mas gasta mais desnecessariamente, pois o sistema de injeção eletrônica entende que o veículo está em marcha lenta, o que resulta em um pedido maior de combustível pelo sistema. Por isso, na prática, essa “dica” de que transitar na banguela economiza combustível é falsa!

Além disso, a atitude coloca em risco a segurança de todos os passageiros e ainda promove um desgaste prematuro do veículo, sobrecarregando o sistema de freios e podendo travar a caixa de marcha.

O hábito de colocar o carro na banguela também é considerado infração média prevista em lei, de acordo com o artigo 231 do Código de Trânsito Brasileiro, com multa de R$ 85,13, quatro pontos na CNH e retenção do veículo.

Assista ao vídeo abaixo e saiba mais sobre o tema:

Publicidade

Gostou do nosso conteúdo? Nos acompanhe também em nossas redes sociais:

Facebook (facebook.com/usadosbr)
Instagram (instagram.com/usadosbr)
YouTube (youtube.com/usadosbr)
LinkedIn (linkedin.com/company/usadosbr)
Revista Usadosbr (blog.usadosbr.com)

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui