UsadosBR – Classificado de Carros em todo o Brasil

Cinco dicas para não errar na hora de trocar o óleo da moto

O óleo do motor é essencial para garantir o bom funcionamento dos componentes. O produto é responsável por reduzir o atrito e, assim, evitar o desgaste das peças. Por isso, além de escolher o produto ideal, é fundamental atentar-se aos cuidados na hora de trocar o óleo da moto, evitando possíveis problemas.

A Motul, multinacional francesa especializada em lubrificantes e fluidos para motores de alta tecnologia – listou cinco recomendações para o motociclista não errar na hora de fazer a troca do óleo lubrificante.

Encontre a moto ideal para você no Usadosbr

1. Atenção ao intervalo para a troca

A fabricante define o intervalo para a troca de óleo de acordo com uma condição ideal de uso da motocicleta.

No entanto, a maioria das motos trabalha em condições extremas, enfrentando o trânsito das grandes cidades, carga pesada ou baixa refrigeração, por exemplo. Segundo o engenheiro técnico da Motul Brasil, Marcelo Rocha, o ideal é reduzir pela metade o intervalo recomendado no manual.

Além disso, vale destacar que: deve ser considerado o limite que vier primeiro, quilômetro rodado ou tempo de uso. Por isso, leia com atenção o manual.

2. Escolha correta do lubrificante

Mais uma vez, ler o manual é fundamental para trocar o óleo da moto sem dor de cabeça. Depois de descobrir qual é o intervalo entre as trocas, é preciso verificar qual a especificação do lubrificante.

O ideal é levar a motocicleta em uma oficina especializada. Mas, se você quiser trocar o óleo em casa mesmo, lembre-se de separar o óleo usado e levar para a oficina depois.

3 – Aqueça a motocicleta antes de fazer a troca

Para melhorar a qualidade do óleo, a recomendação é aquecer a motocicleta por dois minutos. “Isso fará com que o lubrificante se aqueça, diminuindo a sua viscosidade, o que garantirá a extração de maior quantidade de óleo usado para o intervalo de tempo em que você deixar o bujão aberto”, explica Rocha. 

Outro ponto positivo de circular o óleo antes de fazer a troca é a garantia da remoção de partículas, que ficarão suspensas no lubrificante. Ao trocar o óleo do motor, é preciso sempre substituir o filtro de óleo.

4 – Tenha cuidado ao adicionar o novo óleo

Para fazer a troca de óleo, o motociclista precisa utilizar um funil limpo. Derramar o óleo sem o auxílio do funil pode sujar o óleo.

“Caso opte por colocar o produto diretamente, deve se certificar de que não há sujeira na região próxima à entrada do óleo, pois essas partículas podem gerar contaminação”, alerta o engenheiro técnico da Motul Brasil, que também possui produtos para limpeza da área.

5 – Deixe a motocicleta na posição vertical

Após inserir o volume recomendado no manual do proprietário, é importante deixar a moto na posição vertical e conferir se o nível de óleo se encontra entre o máximo e mínimo do visor ou da vareta. 

Gostou das dicas? Agora não tem como errar na hora de trocar o óleo da moto, não é mesmo? Deixe o seu comentário aqui embaixo para mais dicas.

Gostou do nosso conteúdo? Nos acompanhe também em nossas redes sociais:

Facebook (facebook.com/usadosbr)
Instagram (instagram.com/usadosbr)
YouTube (youtube.com/usadosbr)
LinkedIn (linkedin.com/company/usadosbr)
Revista Usadosbr (blog.usadosbr.com)

Sair da versão mobile